18/03/2020 às 15h11min - Atualizada em 18/03/2020 às 16h30min

CONVÊNIOS CARD: DÍVIDA DA OPERADORA COM FORNECEDORES PREJUDICA OS SERVIDORES MUNICIPAIS

Além da rede Pague Menos, que já havia deixado de aceitar o cartão, agora o supermercado Copacabana tomou a mesma decisão; Sindicato da categoria inteveio para tentar resolver problema

- Da redação
Com informações do Sindsepa
Sindsepa
Os servidores públicos municipais de Araras levaram um susto no final de semana ao tentarem realizar as suas compras. O cartão de crédito Convênios Card não estava sendo mais aceito nos supermercados até então credenciados.
 
A surpresa causou um movimento atípico em outros estabelecimentos, como o Tonin e Cubatão, no sábado (14) e no domingo (15). O supermercado Jaú Serve, por sua vez, apresentou problemas no sistema de processamento de dados e não estava recebendo o cartão. O resultado foi a concentração de pessoas e enormes filas, algo extremamente perigoso e desaconselhável diante das ações de prevenção à pandemia do coronavírus (covid-19).
 
Há algumas semanas, a Rede Pague Menos já havia deixado de aceitar o cartão. Agora, o supermercado Copacabana tomou a mesma decisão. A justificativa é a de que a operadora Convênios Card não estaria repassando os valores das compras realizadas pelos usuários. O atraso estaria ocorrendo desde o mês de fevereiro.
 
O cartão de crédito é um benefício oferecido pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araras (Sindsepa) aos seus associados. O usuário utiliza o cartão nos estabelecimentos credenciados e o valor das compras é descontado em folha de pagamento. A prefeitura repassa os valores deduzidos ao sindicato e este efetua o pagamento do valor total devido à operadora, responsável pelo pagamento aos fornecedores.
 
A direção do Sindsepa também foi surpreendida com o fato. “Desde que assumimos o comando da entidade, nunca atrasamos um pagamento sequer a operadora. Nós estamos em dia. O problema é única e exclusivamente entre a Convênios Card e os seus fornecedores”, comentou José Raul dos Santos, presidente da entidade.

O sindicato prontificou-se a auxiliar na busca por uma solução para o caso, a fim de evitar mais transtorno e constrangimento aos servidores usuários. Caso a situação não seja resolvida, o rompimento do atual contrato e a busca por uma nova operadora não estão descartados.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é favorável à reabertura do comércio em Araras?

31.7%
66.8%
1.5%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.