02/08/2019 às 10h22min - Atualizada em 02/08/2019 às 10h22min

VEREADOR DE CHARQUEADA (SP) TERIA GASTO DINHEIRO PÚBLICO EM BOATES DE BRASÍLIA

O vereador apresentou duas notas ao departamento financeiro da Câmara de Charqueada. O TCE argumenta que ambos os estabelecimentos se tratam de casas de shows noturnas

- Da Redação
Com informaçõs do Portal Fato Político
Portal Fato Político
O Portal Fato Político publicou uma matéria na quinta-feira (1º) sobre o mau uso do dinheiro público envolvendo um vereador da cidade de Chaqueada (SP). O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) apontou que o parlamentar Romero Rocca dos Santos (PSDB) teria gasto dinheiro público em casas noturnas de luxo em Brasília entre os dias 7 e 9 de março de 2018, em viagem a trabalho na capital federal.
 
O vereador apresentou duas notas ao departamento financeiro da Câmara de Charqueada: uma no valor de R$ 200 e outra de R$ 160. O TCE argumenta que ambos os estabelecimentos se tratam de casa de shows noturnas. Uma das notas, no valor de R$ 160 leva o nome fantasia de Café Bar – Luis Fernando Machado de Oliveira ME. De acordo com o Tribunal de Contas, o endereço e o telefone do estabelecimento são os mesmos da Star Night Boite
 
O outro gasto no valor de R$ 200 também teria sido, de acordo com o TCE, para efeito de “diversão” e não para alimentação como consta no corpo da nota fiscal. O estabelecimento RN Bar e Restaurante Eirelli-ME é apontado pelo tribunal como a casa noturna Apple’s Night Club. No site, há o anúncio de “lindas mulheres e os melhores shows de Brasília com apresentações de 30 em 30 minutos a partir das 23h diariamente”.
 
Após tomar conhecimento do apontamento do TCE, Rocca reembolsou os valores ao Legislativo. Entretanto, o ato pode desencadear processo por improbidade administrativa e até mesmo afastá-lo das atividades de vereador.
 
As Câmaras de Vereadores de todo o país costumam adiantar os valores de diárias e gastos com alimentação quando os parlamentares fazem a solicitação. Somente depois é que eles devem comprovar como o dinheiro foi usado durante a viagem.
 
O ex-presidente da Câmara em 2018, vereador Wilson Tietz (PPS), entrou com uma representação no Ministério Público justificando que os fatos ocorreram quando comandava a casa de leis. O atual presidente da Câmara de Charqueada, Naldo Davanzo (PTB), relatou que está aguardando o posicionamento do Ministério Público sobre a denúncia para se manifestar.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Cadastre-se para receber as notícias pelo Whatsapp
Fale com O Independente
Obrigado pelo contato. Retornaremos em breve.