06/08/2019 às 15h05min - Atualizada em 06/08/2019 às 15h05min

QUALIDADE DE VIDA NA TERCEIRA IDADE

Ipasemar/PA

Em meu primeiro artigo aqui na nossa coluna sobre qualidade de vida, eu comentei que a população brasileira está envelhecendo muito rapidamente e que não basta viver mais, é preciso viver melhor! Mas, o que é necessário para chegarmos à terceira idade com uma boa qualidade de vida?

Antes de tudo, devemos nos lembrar daquele velho ditado: é melhor prevenir do que remediar. Pois é, a qualidade de vida é um efeito cumulativo, ou seja, uma sequência de bons hábitos é o que ajuda a criar essa condição. Então, é necessário que quem não está na terceira idade ou até mesmo quem já ultrapassou os 60 anos deve fazer mudanças desde já no cotidiano, de modo a se preparar para o futuro. Assim sendo, tome nota: comece a se cuidar agora!

Infelizmente, muitas pessoas ainda acreditam que ter qualidade de vida na terceira idade é algo inviável. Porém, essa fase não é significado de solidão, tristeza ou de doenças. Apesar das mudanças que o tempo impõe ao corpo humano, é possível sim realizar ações que ajudem a conservar a saúde e a qualidade do dia a dia. 

A vantagem de cuidar da saúde física e mental é a grande quantidade de benefícios que aparecem, dentre os quais: maior expectativa de vida, maior felicidade e satisfação, melhor capacidade física e psicológica. É válido ressaltar que quanto maior for a dedicação em se manter saudável e preparado para a terceira idade, melhores serão os resultados. 

Algo que acontece comumente na terceira idade é o isolamento social. Perante a nova fase da vida, inclusive por conta da saúde, muitas pessoas acabam se afastando dos amigos e até da família. Estudos comprovam que o isolamento social pode proporcionar dificuldade em executar as atividades do cotidiano bem como causar prejuízos à saúde. Sendo assim, é de extrema importância manter o convívio social, ficando perto das pessoas queridas para ter maior qualidade de vida nesse período.

Vale muito a pena inspirar-se em pessoas que lidam bem com a chegada da terceira idade. Nesse caso, é interessante criar grupos com outros indivíduos ativos na terceira idade e juntos desfrutarem de atividades como dançar, praticar esportes, viajar, fazer trabalho voluntário e até mesmo namorar. 

Como Professor de Educação Física que sou, não posso deixar de comentar sobre os benefícios da prática de exercícios físicos na terceira idade: bem-estar psicológico e físico, aumento da imunidade, aumento do HDL (colesterol “bom”), diminuição da pressão arterial, redução de gorduras, fortalecimento dos músculos, aumento da massa muscular e óssea. Com relação aos melhores exercícios para a terceira idade: alongamentos, hidroginástica, andar de bicicleta, caminhada, yoga e musculação. Portanto, MEXA-SE!

Por fim, não espere o tempo correr (ele passa rápido) e adote um estilo de vida equilibrado e saudável imediatamente. O resultado? O acréscimo de muito mais “qualidade de vida e saúde aos seus anos”!

 

Link
Relacionadas »
Comentários »