08/05/2019 às 17h11min - Atualizada em 08/05/2019 às 17h11min

Cinco dicas para uma melhor qualidade de vida

Luiz Carlos Scabora Júnior
TCM 10 HD
O que é qualidade de vida?
 
Não é uma pergunta simples de responder, já que o conceito de qualidade de vida tem significados diferentes para cada pessoa. Mas, o fato é que todos nós queremos ter mais qualidade de vida em nosso cotidiano. Em linhas gerais, qualidade de vida é um conjunto de fatores que contribuem para o nosso bem-estar físico, mental e até mesmo espiritual.
 
A expectativa de vida vem aumentando no Brasil. Em 1980, nosso País possuía 1 milhão de pessoas com 80 anos ou mais. Em 2016 o número já era de 3.458.279 milhões e a expectativa é de que em 2060 chegue a 19.111.509 milhões. Na década de 80 o brasileiro vivia em média 62,58 anos, enquanto que a previsão para 2060 é de 81,2 anos.
 
Porém, não basta viver mais, é preciso viver melhor! Então, nada como começarmos nossa coluna com cinco dicas para uma melhor qualidade de vida.
 
1 – Alimentação saudável: uma boa alimentação é capaz de proporcionar inúmeros benefícios como reforçar o sistema imunológico, controlar o peso corporal, aumentar a qualidade do sono, melhorar o sistema digestivo, fornecer mais energia para as atividades diárias, permitir uma aparência saudável e possibilitar uma vida mais longa com saúde, evitando o envelhecimento precoce.
 
2 – Contato com a natureza: a escritora judia Anne Frank costumava afirmar que a natureza é um dos melhores antidepressivos do mundo. Caminhar pela grama, observar os pássaros, tomar um sol e respirar ar fresco estimulam a produção de vitamina D e endorfina e deixam você mais relaxado (a) para lidar com os problemas.
 
3 – Exercícios físicos: a prática regular de exercícios físicos é indispensável para uma boa qualidade de vida já que é capaz de prevenir doenças no coração, pressão alta, osteoporose, diabetes e obesidade. Além do mais, o exercício físico aumenta a resistência muscular, alivia o estresse e a ansiedade, traz bem-estar mental e ajuda a tratar a depressão.
 
4 – Leitura: apenas 4 % dos brasileiros têm o hábito da leitura, o que é uma pena, pois ler é uma atividade que proporciona uma série de benefícios não só para a saúde física, como também para a mental. Alguns dos benefícios que a leitura traz são: redução do estresse, expansão do conhecimento, capacidade de memorização e desenvolvimento da concentração.
 
5 – Sono: dormir bem ajuda a fortalecer a capacidade do organismo para combater infecções, ajudando a manter-se saudável, pois durante o sono o corpo produz proteínas extras que ajudam o sistema imune a ficar mais forte, principalmente em situações de estresse. Outros benefícios de uma boa noite de sono incluem a redução do estresse, controle do apetite, melhora do humor, ativação da memória, estimulação do raciocínio e rejuvenescimento da pele.
 
Todos nós sabemos que não é fácil mudar hábitos e principalmente por conta da correria do dia a dia, entramos em uma espécie de “modo automático”. Entretanto, com boa vontade é possível fazer pequenas mudanças tais como: incluir mais verduras e legumes nas refeições, separar alguns minutos do dia para o contato com a natureza, praticar 30 minutos de exercícios físicos pelo menos três vezes por semana, ler uma ou duas páginas de um livro por dia e procurar deitar um pouco mais cedo à noite.
 
Para concluir, nunca se esqueça que aquele que não tem tempo para cuidar da saúde terá que arrumar tempo para cuidar da doença, seja ela qual for, física ou mental.

 

Link
Luiz Carlos Scabora Jr.

Luiz Carlos Scabora Jr.

Bacharel em Educação Física, Pós-graduado em Fisiologia do Exercício. Atua como Assessor Esportivo e Personal Trainer.

Relacionadas »
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.