01/11/2019

EDUARDO BOLSONARO SUGERE NOVO AI-5

Brasil

"Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la." (Edmund Burke).

O Ato Institucional N° 5 (AI-5) inaugurou o período mais cruel e autoritário da Ditadura Militar.  

O texto outorgou  poderes ao presidente da República para fechar o Congresso Nacional, intervir nos Estados e municípios, cassar mandatos,  suspender direitos políticos, decretar o confisco de bens e suspender direitos como o habeas corpus. 

Além disso, instiuiu a restrição à liberdade de imprensa e a censura em manifestações e produções culturais. Sem esquecer do horror das perseguições, prisões, torturas e assassinatos.

Há quem defenda e aplauda tamanha repressão, o filho 03 do presidente Bolsonaro, assim como seu pai, é mais um dentre tantos "filhotes da ditadura", expressão utilizada pelo saudoso Leonel Brizola para determinar os adoradores dos anos de chumbo.

A ironia desta história é que, apesar de ter sido eleito democraticamente, Eduardo evoca a intervenção covarde do autoritarismo.

Tempos sombrios.

 

Link
Tags »
Assista também »
Comentários »
Cadastre-se para receber as notícias pelo Whatsapp
Fale com O Independente
Obrigado pelo contato. Retornaremos em breve.