25/08/2021 às 14h09min - Atualizada em 25/08/2021 às 14h09min

Sinsaúde continua lutando pelo reajuste dos trabalhadores da Unimed

Maria Gabriela Córnia
A luta do Sinsaúde (Sindicato dos Trabalhadores de Saúde) por melhores condições de trabalho e salários justos para as pessoas que atuam na área da saúde continua, principalmente em relação a Campanha Salarial deste ano.

Diante da recusa da Unimed de negociar diretamente com o Sinsaúde, o Sindicato exigiu o cumprimento do acordo da convenção coletiva do Sincoomed (Sindicato Nacional das Cooperativas de Serviços Médicos) para que os profissionais do hospital tivessem seus direitos garantidos.
O Sinsaúde encaminhou um ofício para notificar a direção da Unimed a determinação de que deveriam seguir a Convenção Coletiva de Trabalho da Sincoomed que estabeleceu um reajuste de 8,9% retroativos a junho, quando começaram as negociações.

De acordo com a presidente da subsede do Sinsaúde em Araras, Tereza Mendes, essa foi a forma encontrada para resolver o impasse da recusa do hospital, uma vez que estatuto social do estabelecimento de saúde determina que a Unimed é uma cooperativa de serviços médicos. “Portanto deve seguir a convenção que assinamos com a Sincomed”, ressaltou.

A reportagem não conseguiu contato com a direção da Unimed para comentar o assunto.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Quantas doses da vacina contra a covid-19 (coronavírus) você tomou?

0%
33.3%
66.7%
0%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.