25/09/2020 às 21h32min - Atualizada em 25/09/2020 às 21h32min

COVID-19: DECRETO SUSPENDE AULAS PRESENCIAIS DO ESTADO E PARTICULARES ATÉ O FINAL DE 2020

Mesma medida já havia sido tomada em relação à rede municipal; outras atividades também tem causado aglomerações desnecessárias e necessitam de enfrentamento

- Da redação
Com informações da Secom/PMA e do SIMI-SP.
PMA
A Prefeitura de Araras publicou nesta sexta-feira (25) o Decreto Municipal nº 6.746, de 25 de setembro de 2020, suspendendo as aulas presenciais nas redes estadual e particular de ensino até o final deste ano.
 
Desta forma, as atividades presenciais estão suspensas até o dia 31 de dezembro de 2020. As atividades serão limitadas apenas às ações envolvendo a educação remota.
 
A Prefeitura já havia tomado a mesma medida no início deste mês, em relação às aulas nas escolas da rede municipal, que também serão retomadas somente em 2021.
 
A decisão foi tomada em comum acordo entre o Conselho Municipal de Educação de Araras e gestores de unidades estaduais, particulares e municipais da cidade, que vinham se reunindo com representantes da Secretaria Municipal de Educação, além de profissionais da área da saúde, incluindo, principalmente, os setores de Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária, e integrantes do Comitê Governamental de Crise da Covid-19.
 
A recomendação desses profissionais para que as aulas não fossem retomadas neste ano também balizou os dois decretos do Executivo Municipal – o do dia 4 de setembro, destinado à rede municipal de educação, e o desta sexta-feira (25), que envolve as aulas nas demais escolas públicas e particulares da cidade.
As universidades da cidade que mantêm cursos na área de saúde podem oferecer aulas práticas e laboratoriais, o que já vem acontecendo em algumas, por estarem amparadas em legislação estadual que se sobrepõe às decisões municipais.
 
O mesmo acontece com alguns cursos da Fatec e do Senai e atividades práticas e laboratoriais de instituições de ensino superior.
 
A medida, no contexto da educação é de bom senso e acertada.
 
Porém, se faz oportuna uma reflexão e alguns questionamentos. Apenas as escolas podem causar aglomerações de pessoas? E outras atividades que oferecem risco igual ou até maior do que a própria educação?
 
O que pretende fazer o poder público sobre os casos desnecessários de aglomerações, como templos religiosos, ou casos mais graves, como os de alguns comércios e serviços que continuam ignorando os protocolos de segurança e proteção? Que tipo de enfrentamento propõe a Prefeitura de Araras?
 
Na quinta-feira (24), o índice de distanciamento social medido pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) em Araras foi de apenas 37%.
 
Até a noite de sexta-feira (25), a cidade havia registrado 66 mortes e 3.593 casos da doença, 49 a mais do que o dia anterior.
 
O tempo dirá.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é favorável à reabertura do comércio em Araras?

32.6%
65.7%
1.7%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.