10/10/2020 às 08h57min - Atualizada em 10/10/2020 às 08h57min

DÓRIA PROMOVE ARARAS À FASE VERDE DO PLANO SP

Em agosto, cidade “saltou” da fase 1 (vermelha) para a 3 (amarela) sem passar pela fase 2 (laranja); Araras registrou até agora 4.262 casos e 73 mortes pela covid-19

- Da redação
Com informações da Secom/PMA e do Governo do Estado de São Paulo
Governo de São Paulo
O governador do estado de São Paulo, João Dória (PSDB) anunciou na sexta-feira (9) que seis regiões do estado, incluindo a capital, avançarão para a fase verde (4) do Plano São Paulo de retomada econômica, à partir deste sábado (10) e vai até 16 de novembro, quando será feita uma nova requalificação.
 
O Plano São Paulo de retomada econômica dividiu o estado em 22 regiões e sub-regiões, reunindo grupos de municípios sujeitos às mesmas regras. As fases do plano, com as restrições e flexibilizações do funcionamento de serviços, comércios e atividades variadas foram divididas em vermelha (1), a mais grave, laranja (2), amarela (3), verde (4) e azul (5).
 
Araras pertence à Diretoria Regional de Saúde 10 (DRS 10 Piracicaba) e foi beneficiada com o “sinal verde” do governador. Curiosamente, no dia 7 de agosto, a mesma regional “saltou” da fase vermelha para a amarela sem passar pela fase 2 (laranja).
 
Até a noite de sexta-feira (9), Araras havia registrado 4.262 casos e 73 mortes pela covid-19.
 
Os critérios para o cálculo das fases do plano levam em conta dois fatores. O primeiro é a capacidade do sistema de saúde, com o monitoramento do número de leitos UTI/Covid para cada 100 mil habitantes e a taxa de ocupação desses leitos. O segundo critério é a evolução da pandemia, que calcula os números de casos, internações e óbitos.
 
Além de Araras, fazem parte da DRS 10 as cidades de Águas de São Pedro, Analândia, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.
 

O QUE MUDA NA FASE VERDE

Comércios, bares, restaurantes, salões de cabeleireiros, barbeiros e academias de ginástica, que trabalhavam com o limite de 40% de sua capacidade, agora poderão funcionar com 60% e até 12 horas por dia.
 
Bares, restaurantes e similares devem interromper o serviço às 22h, mas o público pode permanecer no local até 23h, segundo o Plano SP. Música ao vivo e eventos estão liberados, seguindo regras como distanciamento mínimo e disponibilização de álcool em gel. Show musical com público em pé, no entanto, continua proibido.
 
Permanecem fechados playgrounds de áreas públicas, incluindo Lago Municipal e Parque Ecológico, e também espaços kids em qualquer tipo de estabelecimento, além de eventos infantis de qualquer natureza.
 
Aqui reside uma das falácias na execução do plano local. Desde o início da pandemia, mesmo fechadas, as áreas públicas continuaram a ser frequentadas. A inexistência de fiscalização foi flagrante.  Uma reportagem de O Independente publicada no último dia 2 denunciou a ação de vândalos que invadiram uma dessas áreas na zona norte da cidade.
 
De acordo com o Governo do Estado, novas mudanças poderão ser feitas a qualquer momento, em caso de piora nos índices de saúde. O cumprimento da medida estadual é fiscalizado nas cidades pelo Ministério Público local.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é favorável à reabertura do comércio em Araras?

32.6%
65.7%
1.7%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.