19/05/2020

ZAP ZAP: EM NOVO ÁUDIO "VAZADO", VEREADOR CONFIRMA A REABERTURA DE TEMPLOS RELIGIOSOS EM ARARAS

Noticias

Um novo áudio que "vazou" no WhattsApp causou muita polêmica na noite desta terça-feira (19).
 
Nele, o vereador Marcelo de Oliveira (Republicanos), se dirige a um pastor (que não é possível identificar) afirmando que os cultos religiosos em Araras estarão liberados a partir do próximo domingo (24).
 
No áudio, o líder do Governo Franco na Câmara de Vereadores explica que esteve reunido com o prefeito Júnior Franco (DEM) nesta terça-feira e que o mesmo “prontamente acatou o pedido de todas as igrejas cristãs da cidade de Araras; atendeu também o nosso pedido como vereador e como representante do povo de Deus” [sic] , e que estaria publicando um decreto na próxima sexta-feira (22), liberando a realização das reuniões (cultos) presenciais na cidade.
 
De acordo com Marcelo, a medida trará algumas restrições, como a quantidade de pessoas nos templos, a utilização de máscaras e álcool em gel, em razão da pandemia de coronavírus (covid-19).

O Independente tentou um contato por telefone e WhatsApp com o vereador Marcelo de Oliveira e também com o prefeito Júnior Franco. Contudo, até o fechamento e publicação desta matéria, por volta das 22h30, não obteve retorno.
 
No dia 6 de maio, em outro áudio, Franco havia demonstrado a sua vontade em flexibilizar a quarentena, e reabrir o comércio e os serviços em Araras, o que não ocorreu por conta da manutenção da quarentena estadual decretada pelo governador João Dória (PSDB), em razão da baixa adesão ao isolamento social em alguns municípios.

Ainda na terça-feira (19), Araras havia confirmado a 3ª morte pelo vírus, totalizando 66 casos na cidade.

Clique no arquivo abaixo para ouvir o áudio.
 
Link
Relacionados »

Você concorda com as medidas adotadas pelo Poder Público para conter as contaminações da Covid-19 em Araras?

0%
0%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.