25/08/2019 às 23h21min - Atualizada em 25/08/2019 às 23h21min

OPINIÃO: INTERNAUTAS SÃO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O bombardeio bolsonarista nos meios de comunicação foi pesado, e de certa maneira diminuiu a rejeição ao tema. Nomes da grande mídia, como José Luiz Datena, Ratinho, MIlton Neves, Luciana Gimenez e Rodrigo Faro foram contratados a peso de ouro para defenderem um sistema de previdência do qual guardam uma distância absurdamente segura, e do qual jamais serão beneficiários.

- Da redação
O Independente
O Independente encerrou a sua primeira enquete neste domingo (25).

Postada em maio, dezenas de pessoas responderam a seguinte pergunta: Você apoia a proposta de Reforma da Previdência de Bolsonaro?

A maioria dos internautas do site O Independente respondeu NÃO, o que representou 76,8% das opiniões. Pouco menos de 1/4 dos votantes (23,2%) disseram SIM à proposta de Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro. 


O bombardeio bolsonarista nos meios de comunicação foi pesado, e de certa maneira diminuiu a rejeição ao tema. Nomes da grande mídia, como José Luiz Datena, Ratinho, MIlton Neves, Luciana Gimenez e Rodrigo Faro foram contratados a peso de ouro para defenderem um sistema de previdência do qual guardam uma distância absurdamente segura, e do qual jamais serão beneficiários.

Sem esquecer do volume de dinheiro desembolsado através da publicidade oficial aos donos das mídias tradicionais e do marketing agressivo nas redes sociais. Em Araras, por exemplo, não foi diferente. A imprensa local também recebeu o seu quinhão. 

Surfando na onda pró-reforma, institutos de pesquisa renomados "oficializaram" o apoio dos brasileiros em seus levantamentos. Em junho, o IBOPE divulgou uma pesquisa sobre o assunto. Nela, 49% dos entrevistados se mostraram contrários, ante 44% favoráveis ao texto. Outros 7% não souberam responder. Já o Datafolha, em julho, apontou 47% de entrevistados favoráveis e 44% contrários à reforma.

O resultado da enquete de O Independente vai de encontro à perceoção do que diz a maioria da população nas ruas, nas conversas com trabalhadores e nas periferias das cidades.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.