05/05/2021 às 11h04min - Atualizada em 05/05/2021 às 11h04min

Polícia Ambiental constata mortandade de peixes e poluição agrícola em represa da Usina São João

Maria Gabriela Córnia
Governo do Estado de São Paulo
A Polícia Militar Ambiental constatou mortandade de peixes e poluição agrícola em represa da Usina São João em Araras. A averiguação ocorreu na tarde de ontem (4) após denúncia nas redes sociais. O caso foi encaminhado para a Cetesb e a Polícia Civil para apuração de responsabilidades.

De acordo com o boletim de ocorrências, a averiguação ocorreu depois de notícias sobre a mortandade de peixes e poluição agrícola "em decorrência do atendimento de várias denúncias após veiculação de um vídeo nas redes sociais dando conta de provável cenário de poluição agrícola em corpo hídrico (represa) inserido em área sob responsabilidade de Grupo Usineiro sediado no município de Araras”.

Pelas informações colhidas pelo O Independente, a mortandade de peixes foi constatada na vistoria por meio de dois exemplares dos peixes mortos. A Polícia Ambiental também encontrou caminhões com equipamentos fazendo a circulação da água ("aeração").

No local foi verificado ainda que as águas da represa exalavam odor fétido e "manchas" de coloração marrom com aspecto semelhante a óleo. “Dessa forma, considerado tratar-se de aparente cenário de poluição e por não haver campo na seara administrativa para a PMAmb, será procedido o acionamento da Cetesb do local dos fatos sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal pela Polícia Civil de Araras por haver indícios de cometimento do crime ambiental capitulado no artigo 54 da Lei Federal 9605/98”.

Os responsáveis pelo Grupo Usina São João não foram localizados para comentar o assunto
.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Quantas doses da vacina contra a covid-19 (coronavírus) você tomou?

0%
33.3%
66.7%
0%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.