17/11/2020 às 11h59min - Atualizada em 17/11/2020 às 11h59min

PÓS-ELEIÇÃO: GOVERNADOR PRORROGA QUARENTENA NO ESTADO DE SÃO PAULO ATÉ 16 DE DEZEMBRO

Médicos já haviam alertado para o aumento de internações por Covid-19 na cidade de São Paulo; enquanto isto, as aglomerações em Araras seguem firmes, fortes e sem fiscalização

- Da redação
Com informações do site Catraca LIvre e da Tribuna de Jundiaí
A confirmação do aumento do número de casos de internação por  covid-19, fez com que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prorrogasse a quarentena em todo o estado para até 16 de dezembro.
 
A medida foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (17) e suspende as atividades não essenciais nos termos do decreto nº 64.879, publicado em março deste ano.
 
Na segunda-feira (16), o estado chegou a 40.576 mortes por coronavírus no total e 1.169.377 casos confirmados da doença desde o início da pandemia. O total de casos novos por semana, que estava em queda, ficou estável no estado de SP em relação à semana anterior.
 
Com o novo cenário, o Plano São Paulo, que regulamenta os estágios da quarentena em todo o estado, não será atualizado nesta semana.
 
A reclassificação das regiões do estado de São Paulo no plano de reabertura da economia durante a pandemia do coronavírus estava prevista para acontecer nesta segunda-feira, 16, mas foi adiada para o dia 30 de novembro.
 
Segundo a gestão estadual, o motivo é o apagão de dados que gerou instabilidade do sistema Sivep-Gripe do Ministério da Saúde no dia 5 de novembro. Na ocasião, o Governo do estado de São Paulo chegou a ficar cinco dias sem atualizar os dados da Covid-19.
 

GOVERNO NEGAVA AUMENTO
Na semana passada, médicos de 14 hospitais já haviam alertado para o aumento de internações por Covid-19 na rede privada da cidade de São Paulo.
 
No entanto, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, negou na quinta-feira (12) que os números estivessem subindo.
 
“Todas as internações que acontecem no estado de São Paulo, seja no ambiente público, seja no ambiente privado, são notificadas para os nossos órgãos reguladores dentro da secretaria de estado da Saúde. Então nós trabalhamos com números oficiais. Estes números oficiais não revelam o que foi exposto pela mídia”, disse na ocasião.
 

ARARAS
Na sexta-feira (13), a Vigilância Epidemiológica de Araras confirmou mais uma vítima fatal em decorrência da covid-19.
 
A cidade alcançou a marca de 81 mortes relacionadas à doença desde o início da pandemia, em março deste ano. Um boletim divulgado na segunda-feira (16) apontou 5.358 casos confirmados da doença.
 
As aglomerações seguem firmes e fortes em Araras. E a situação torna-se mais grave diante da ineficiência das fiscalizações promovidas pela Prefeitura, que não consegue fazer com que a lei seja respeitada e cumprida.
 
Embora proibido por decreto, o acesso a áreas públicas continua indiscriminadamente. Algumas são invadidas à luz do dia, sem nenhum tipo de ação por parte da Administração Municipal.
 

PLANO 
O Plano São Paulo regulamenta a quarentena em todo o estado, classifica as regiões do estado em cores, determinando quais locais podem avançar nas medidas de reabertura da economia. Os critérios que baseiam a classificação das regiões, são:
 
Ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);
Total de leitos por 100 mil habitantes;

Variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;

Variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;

Variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.

Na fase verde também é considerado óbitos e casos para cada 100 mil habitantes.

Regiões que atingirem as fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) permanecerão nessas fases desde que tenham indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.

Atualmente, o estado possui onze regiões estão na fase amarela e seis na verde.
 
Fase amarela: Araraquara, Araçatuba, Bauru, Franca, Marília, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Registro, Barretos.
 
Fase verde: São Paulo e Grande SP, Taubaté, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e Baixada Santista.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é favorável à reabertura do comércio em Araras?

34.2%
64.2%
1.6%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.