16/03/2020 às 15h21min - Atualizada em 16/03/2020 às 15h21min

CASO DE ESTUDANTE INFECTADA POR CORONAVÍRUS DIVULGADO NAS REDES SOCIAIS NÃO ESTÁ CONFIRMADO

Áudio e print da conversa de um grupo de WhatsApp de uma escola afirmam que o diagnóstico havia sido constatado pela contraprova

- Da redação
PM 104 FM
Um arquivo de aúdio e o print de uma conversa no WhatsApp estão causando pânico na cidade.
 
Tudo por conta da afirmação de que uma estudante de 16 anos e de sua mãe teriam contraído o coronavírus e estariam isoladas no Hospital da Unimed em Araras.
 
O áudio da conversa no WhatsApp relata o caso de uma professora que, na sexta-feira (13), ao chegar em sua casa teria encontrado a filha febril e com tosse. Levada ao pronto-socorro, a menina foi colocada em isolamento, junto com a mãe, por causa do contato.
 
Além do áudio, o print da conversa de um grupo de WhatsApp de uma escola afirmou que o diagnóstico havia sido constatado pelo exame de contraprova.

Procurado para comentar o assunto, o Hospital da Unimed informou que “a administração do hospital iria conversar com a diretoria para depois oferecer a sua versão oficial sobre o caso”.
 
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda não se manifestou oficialmente sobre este episódio.
 
Contudo, a reportagem de O Independente fez um trabalho de apuração e conversou com uma fonte da própria SMS. A mesma afirmou minutos antes da publicação desta matéria, que o único caso confirmado era de uma menina que realizou um teste rápido na Unimed e foi dignosticada com o Influenza B (gripe comum).
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Cadastre-se para receber as notícias pelo Whatsapp
Fale com O Independente
Obrigado pelo contato. Retornaremos em breve.