27/09/2019 às 18h48min - Atualizada em 28/09/2019 às 00h03min

Balneário Camboriú/SC entra na disputa para atrair empresas de tecnologia e inovação

Uma das cidades turísticas mais visitadas do país, Balneário Camboriú, localizada no Litoral Norte de Santa Catarina, está articulada para se posicionar como polo de inovação tecnológica.

DINO
http://www.balneariocamboriu.sc.gov.br
Balneário Camboriú entra na briga pela indústria da inovação

Uma das cidades turísticas mais visitadas do país, Balneário Camboriú, localizada no Litoral Norte de Santa Catarina, está articulada para se posicionar como polo de inovação tecnológica. Nesta quinta-feira (26), o Município lançou o InovaBC, um programa que resultará em ações sólidas para atração de empresas de tecnologia e startups, com objetivo de fomentar essa nova matriz que é uma opção de desenvolvimento econômico sustentável e que não exige grande área territorial para se desenvolver e se tornar altamente rentável.

O trabalho, que terá consultoria do Sebrae, deve culminar em seis meses, quando estará pronta a Lei da Inovação, uma legislação feita especificamente para fomentar a vinda de novos investidores para o município. O evento de lançamento reuniu os presidentes das associações empresariais da cidade, das quatro universidades instaladas no município, organizações ligadas ao ramo de startups e do Legislativo. O trabalho terá a condução do consultor do Sebrae, o advogado Marcelo Fett, que tem “know how” na área e desenvolveu esse trabalho em outros municípios do Estado, como Palhoça. “Apostar na inovação é apostar no futuro da cidade, da população. Quem não considerar o desenvolvimento econômico pela inovação como pilar fundamental da gestão pública certamente vai ficar fora desse ciclo, que se reflete em melhor qualidade de vida, oportunidade e competitividade”, aponta Marcelo.

“A diversificação das matrizes econômicas de BC cria novas e boas expectativas a todo o setor produtivo da nossa cidade. Precisamos gerar maior valor agregado a nossa mão de obra. Isso aumentará salários, distribuirá melhor a renda e movimentará a economia, com o adicional de termos um mercado aquecido o ano inteiro. Promover a prática da inovação do nosso mercado e desenvolver o setor de tecnologia colocará Balneário Camboriú no radar de novos investidores do segmento, elevando ainda mais a visibilidade da nossa cidade”, avaliou a presidente da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (ACIBALC), Maria Pissaia.

Durante o evento, o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, destacou que a cidade já atrai, de forma orgânica, muitas startups e que com a implantação de uma estratégia voltada para esse mercado haverá o fortalecimento dessa matriz, que deve refletir na geração de emprego, renda e desenvolvimento, além da qualificação das matrizes vigentes, que poderão contar com inovação e tecnologia.

“Nunca foi tão necessário nós apontarmos para um novo caminho para desenvolvimento econômico. E esse caminho se estabelece com a cooperação, envolvimento e a visão de uma cidade que precisa crescer, com responsabilidade, sustentabilidade e preservação ambiental, tecnologia e acima de tudo, lado a lado com o ser humano. Esse é o nosso objetivo. Então, este momento muito especial começa aqui com o Inova BC, eu tenho certeza que, a partir dos desdobramentos que vão acontecer, com os estudos, as avaliações e com todo esse trabalho, nossa cidade será referência em inovação”, destacou o prefeito.

O presidente da Rede catarinense de Inovação, Rui Luiz Gonçalves, validou a iniciativa do poder público. “É sem dúvida uma das cidades catarinenses com maior potencial para se transformar num grande polo de Inovação do Brasil. Tem as belezas naturais e a qualidade de vida para atrair as pessoas e o investimento necessário para isso. Além disso está numa localização estratégica, próxima a outros polos”, pontuou a liderança. 


O programa contará com fases que giram e torno da execução do mapeamento do ecossistema de inovação regional, criação do marco legal da inovação, do plano de inovação e governança. A gestão do plano de trabalho ficará por conta da BC Investimentos, que tem como presidente Nelson Oliveira. “A expectativa é de que Balneário Camboriú seja a cidade referência em competitividade, ou seja, a melhor cidade para se empreender, com empresas que tenham bases tecnológicas”, disse.

A meta é finalizar a proposta da Lei de Inovação em fevereiro de 2020. Para isso, serão feitas 120 horas de reuniões e workshops com representantes do legislativo, executivo, universidades, setor produtivo e Associação das Empresas de Tecnologia de Santa Catarina (ACATE). Durante os encontros será feito o Mapeamento do Ecossistema de Inovação Regional, Branding Territorial, criação do Marco Legal da Inovação e criação do Modelo de Governança.

A iniciativa faz parte do pacote de ações, desenvolvidas na cidade desde 2017, por meio do programa “Cidade Empreendedora”, parceria com o Sebrae, que busca incrementar a economia da cidade melhorando o ambiente de negócio. Nas ações de incentivo ao fomento econômico, Balneário Camboriú já criou a Lei da Desburocratização, o Alvará Online, a Sala do Empreendedor e, recentemente, o programa de Compliance, este último sendo pioneiro no Brasil em implantar no serviço público boas práticas administrativas previstas pela ISO 37.001.



Website: http://www.balneariocamboriu.sc.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »