09/07/2021 às 17h11min - Atualizada em 09/07/2021 às 17h11min

Arte e inclusão: músico autista ararense ganha bolsa de estudos do Sesi-SP

Maria Gabriela Córnia
O pianista ararense, José Alberto Gurnhak de Carvalho, com apenas 19 anos, é o primeiro bolsista do Núcleo de Música do Estado de São Paulo. A oportunidade de participar de uma das mais importantes corporações musicais do país surgiu de esforços da Secretaria Municipal de Cultura com o Sesi de Araras. O contrato deve ser assinado nos próximos dias, na presença de Paulo Skaf, presidente da entidade.

Tudo começou quando a mãe do músico, Ketry Gurnhak de Carvalho, apresentou o talento do jovem autista ao secretário de Cultura, Fredo Júnior, que imediatamente começou a procurar alternativas para contribuir com o crescimento profissional do músico. A articulação junto ao Sesi Araras foi o “empurrãozinho” que artista precisava para voar.

A orientadora de Qualidade de Vida do Sesi, Sheila Alexandra Tank, lembra que José foi aluno da escola, porém só depois de um tempo que ele havia se formado recebeu do Fredo um vídeo que chamou muito a atenção por ser de um músico excelente e autista que é capaz de reproduzir uma música só de ouvir. “Então enviamos o material ao Sesi-SP para tentar a possibilidade de uma bolsa, tivemos o retorno de que uma equipe técnica de música viria para analisá-lo, quando a equipe fez a audição ficou admirada com tanto talento e em poucos dias tivemos a devolutiva positiva”.

Para a representante da escola, José é uma joia rara lapidada pela arte e pela paixão de ser artista. Além disso, a cultura é base fundamental para o desenvolvimento do senso crítico do cidadão e tem como objetivo olhar a pessoa em seu todo. “Percebe-lo como um ser humano individual, sensível, criativo e dono de suas próprias escolhas e opiniões foi essencial”.

Já Ketry Gurnhak recordou que seu filho foi diagnosticado com autismo aos cinco anos de idade e o piano surgiu em sua vida como uma alternativa para seu desenvolvimento e acabou se tornando seu maior dom. “O José tem um canal onde publica vídeos tocando algumas músicas e por meio disso, com intermédio do Fredo, secretário de Cultura, surgiu essa grande oportunidade que está abrindo os caminhos para o meu filho. O piano é o que ele mais ama, é seu melhor remédio, por isso, essa história é um testemunho também, sempre tem um caminho e como dizemos, a arte realmente salva e está salvando meu filho”.

O secretário de Cultura afirmou que a bolsa de estudos, por meio da parceria entre o Executivo Municipal e o Sesi é resultado dos esforços do Governo em procurar agir com humanidade e empatia, conhecendo e reconhecendo a história das pessoas e principalmente, acolhendo os artistas da cidade. “O nosso Governo, como temos dito desde o começo, olha nos olhos, tenta agir com empatia, com respeito e essa Secretaria tenta fazer o seu papel de facilitadora, fazendo o acolhimento dos nossos artistas. Foi isso que aconteceu: a gente estava na hora certa e no lugar certo. Apenas isso”.

Fredo Júnior comemorou emocionado a oportunidade única que o músico está recebendo. “Se a minha passagem pela Secretaria Municipal de Cultura terminasse hoje, eu sairia feliz. Seis meses de aprendizado, lutas, cansaço, alegrias e muitas emoções. Esta foi uma delas. Não tenho palavras para expressar o quanto sou grato por vivenciar momentos tão preciosos enquanto ser humano. Em tempos de tanta dor, a vida generosamente nos permite esperançar a esperança!”, finalizou o secretário de Cultura.
 
 
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Quantas doses da vacina contra a covid-19 (coronavírus) você tomou?

0%
33.3%
66.7%
0%
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.