03/05/2019 às 18h34min - Atualizada em 03/05/2019 às 18h34min

MOSCA NA SOPA - 03/05/19

BALBÚRDIA
A Universidade Federal Fluminense (UFF) foi uma das três instituições citadas pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, ao falar sobre os cortes por “balbúrdia”. Proferida a bobagem, o MEC tentou consertar a “cagada” e falou de bloqueio linear de verbas para todas as federais. Aí a coisa fedeu de vez. O tal corte de 30% no orçamento das universidades públicas anunciado pelo ministro “praticamente inviabiliza a faculdade”, afirmou o reitor da Fluminense (UFF), Antonio Claudio Lucas da Nóbrega.
 
BALBÚRDIA 2
Balbúrdia, ministro, é o governo que o senhor representa. Que não tem a mínima idéia do que significa governança pública. Governar é criar oportunidades para todos, mas, sobretudo para os que menos chances tiveram. Não destruir o que se levou décadas para que fosse construído. A agenda entreguista do seu governo é a mais canalha e cruel que a democracia nos deu. Mas vai ser pela democracia que ele será lembrado. Será pela história que contaremos para os nossos filhos e netos, que um dia o Brasil retrocedeu em suas conquistas sociais. E será também pela história que as próximas gerações saberão não cometer o mesmo erro de agora. Porque ao contrário de sua medíocre visão ideológica, e educação foi, é e sempre será libertadora!
 
CARGOS
Alguns vereadores não gostaram da nota publicada pela coluna na semana passada, sobre os cargos em comissão indicados por eles ao Executivo. Dizem que até mesmo alguns parlamentares ditos de oposição teriam seus apadrinhados. Chega a ser ridícula a “insatisfação”. Há décadas que o Legislativo ararense sofre a ingerência de governos. Uma das exceções talvez tenha sido o ex-prefeito Warley Colombini (1997-2000), que sofreu na mão de uma Câmara fisiológica e pouco ideológica. Nos governos anteriores e os que sucederam o tucano, é notória a “boa relação” dos poderes. Quem transita no meio político sabe disso. Então, caso o chapéu tenha servido para alguns, segue o baile.
 
IMPEACHMENT NA ARAPREV
Uma representação no Ministério Público pede o afastamento do presidente da ARAPREV (Serviço de Previdência Social do Município de Araras), Gilberto Del Bel. A representação questiona o fato do gestor não ter apresentado o Certificado de Gestor de Regime Próprio da Previdência Social (CGRPPS) no ano de 2017, ainda no Governo Pedrinho Eliseu. Este documento comprova a qualificação técnica dos profissionais que atuam nas previdências estaduais e municipais. Além disso, a falta deste documento impede que o município receba repasses federais, além de permanecer irregular junto ao Ministério da Previdência Social. Há cerca de um ano e meio, este caso foi tratado no extinto programa Jornal da Cidade, na então Rádio Fraternidade AM. Na ocasião, tanto o ex-prefeito quanto o gestor da ARAPREV não se pronunciaram sobre o assunto. Informações extraoficiais recebidas pela coluna dão conta que o mesmo pedido de afastamento foi protocolado junto ao Conselho Administrativo da Previdência dos servidores.
 
PROTEÇÃO ANIMAL
Araras nunca levou a sério o tema da causa animal. Salvo a militância séria de alguns ativistas, na maioria das vezes, as ações referentes à causa sempre vem acompanhada de um viés político-eleitoral. Anote aí. No ano que vem vai aparecer um bando de gente falando em nome da causa. Os verdadeiros protetores estão esgotados. A maioria coloca os seus próprios recursos à disposição da causa, usando de criatividade e de ferramentas para que os pequenos atendidos não sejam abandonados. E ainda bem que existem pessoas que os abraçam e os ajudam nesta luta. O poder público faz o mínimo. E sempre agiu assim.
 
BRAÇO CURTO
Diga-se de passagem, a Prefeitura é responsável por todos os animais em situação de risco, sobretudo aqueles que estão em suas áreas públicas, mas que são propositadamente ignorados. É sempre bom lembrar a negligência cometida pelo ex-prefeito Pedrinho Eliseu e o ex-secretário de Serviços Públicos Urbanos e Rurais da época, e atual Meio Ambiente, Carlos Cerri Júnior, quando não empregaram mais esforços para que os animais em situação de risco e abandono pudessem ser castrados. Foram oito meses de omissão. O resultado foram crias e mais crias indesejadas, fruto também da posse irresponsável de algumas pessoas. E aqui é importante distinguir e elogiar o trabalho que os servidores do canil/gatil municipal exercem. Sem recursos, fazem o que podem com o que tem nas mãos.
 
MUDANÇAS
O prefeito Júnior Franco (DEM) parece que vai ampliar o leque das trocas no seu governo. Um dos nomes mais respeitados na história da Administração Pública da cidade, Jânio Ré, deve deixar a Secretaria de Serviços Públicos Urbanos e Rurais. Segundo consta, Jânio, que é “demissionário permanente”, as razões de sua iminente saída são de cunho pessoal. Servidor de carreira, Jânio conhece o funcionamento da máquina pública como poucos. “Meu compromisso com o prefeito era pra três meses. Tivemos problemas sérios no começo da gestão e ainda temos. Temos uma equipe muito boa e comprometida. Quero deixar a secretaria em ordem”, disse Jânio à coluna.
 
MINEIRAMENTE
As Administrações, independentemente da insanidade de alguns militantes dos grupos políticos adversários que preferem o caos ao invés das críticas necessárias para que a cidade siga em frente, sempre revelam nomes interessantes em seus quadros. Um dos calcanhares de Aquiles dos gestores públicos é a limpeza pública. Sem muito alarde, a diretora de Praças, Parques e Jardins da Prefeitura, Bianca Remédio, vem fazendo um bom trabalho na área. É óbvio que existem problemas que precisam e devem ser apontados. E resolvidos. Mas é fato que a moça demonstra ter habilidades e competências necessárias para lidar com a complexidade da zeladoria pública. Até agora, uma grata surpresa.
 
NA REDE
Do lado oposicionista, o ex-vereador Mário Corrochel Neto, hoje subprefeito da região de Sapopemba, na capital paulista, também vem desempenhando um papel relevante à frente da pasta. Bonezinho tem se utilizado e muito das redes sociais para mostrar as suas ações. Ao contrário do que dizem seus desafetos, críticos ferrenhos de suas postagens – tudo por conta das próximas eleições – a coluna não vê nada demais. Qual o problema em divulgar o seu trabalho? Que os outros façam o mesmo. Até porque vivemos num país onde existe a liberdade de expressão. Ainda.
 
ESCOTEIROS
Até a noite de quinta-feira (2), o Grupo de Escoteiros do Ar Capitão Aviador Fabrício Carvalho, ainda não havia recebido de volta os seus materiais, retirados sem aviso pela Prefeitura na semana passada do Centro de Convivência da Terceira Idade Hilda Masson Bordin Marretto, onde o grupo fazia as suas atividades. No mínimo, a conduta da Prefeitura continua sendo desrespeitosa.
 
COMEMORAÇÃO
Fechando com notícia boa. Nesta sexta (3), sábado (4) e domingo (5), o Sinistro Moto Clube estará comemorando seus 17 anos de fundação com um super evento no Parque Ecológico. Centenas de pessoas de vários lugares do Brasil são aguardadas. A organização disponibilizou áreas de camping aberto, semi-aberto e fechado, banheiros com chuveiros quentes, praça de alimentação e bandas tocando nos 3 dias de evento. E ainda guincho para socorrer os motociclistas gratuitamente dentro da cidade. A coluna deseja toda sorte e sucesso para a família Sinistro MC, que apesar de pouca gente saber, desenvolve um trabalho social maravilhoso, colaborando com ações significativas na cidade. Parabéns!
 
 
Link
Mosca na Sopa

Mosca na Sopa

Os bastidores da política de Araras, da região e do Brasil:

Relacionadas »
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.