29/08/2020 às 00h35min - Atualizada em 29/08/2020 às 00h27min

SOLTEIRAS NA QUARENTENA: O QUE FAZER?

Michele Rocha
Olá, queridas leitoras, tudo bem?

Nossa conversa dessa semana é com quem está aí com o status de solteira, o que não impede das compromissadas darem boas risadas com as nossas histórias.

Na impossibilidade de sair de casa, o que fazer?

Ora, é por isso que existem os meios virtuais!

Sim, para dar aquele empurrãozinho e fazer as coisas acontecerem, com alguma sorte, também no presencial. Se não evoluir para conhecer alguém bacana, garanto que motivos para rir pelo menos, vocês terão de sobra.

Pesquisando vários aplicativos de encontros disponíveis por aí, irei registrar minhas impressões que vão desde as mais cômicas e até certo ponto, um pouco bizarras (hahaha).

A maioria dos perfis masculinos inseridos nesse tipo de aplicativo, são construídos em torno de uma imagem de macho “alfa”, aquele com corpo esculpido na academia, abusando das fotos do seu peitoral e tanquinho definidos, sempre em frente a algum espelho.

Muito raro nesse caso, aquele que escreva algo na descrição do seu perfil, quando muito, algo do tipo: procuro mulheres sem frescura para viver grandes aventuras.

Sim, a gente acaba rindo muito disso, talvez eles nem desconfiem porque nós é que sentimos vergonha alheia, e eles, na confiança de que estão arrasando...  hehehe!

Se você estabelecer conversa com alguém, o papo geralmente segue essa ordem: “Oi, tudo bem? Quantos anos, de onde é, mora sozinha?”

Se você não tiver preguiça de responder ou por mera curiosidade em querer saber onde a conversa vai dar, pode ser que você ouvirá também “manda seu whats, instagram, dá para a gente conversar melhor”.

Analisei e percebi que esse “conversar melhor” significa que ele vai te pedir “fotos”, fazer referências ao seu tipo físico, sem qualquer pretensão de ser romântico e te chamar para sair sem ao menos querer saber muito de você antes disso.

Poderia descrever várias outras situações aqui: os dos carentes excessivos, insistentes, os que querem apenas acumular curtidas, os perfis falsos, os comprometidos em busca de casos, enfim, mas isso desanimaria vocês, as solteiras.

Porém é possível sim conhecer alguém que pode resultar em uma história legal ou por que não, um encontro e amizade fora do meio virtual? O importante é sempre tomar bastante cuidado e buscar o máximo de informações possíveis a respeito de quem você está conversando.

Hoje em dia as pessoas trabalham muito e nem sempre estão acessíveis, até mesmo por questões relacionadas a distância e por frequentarem lugares diferentes dos nossos.

Então, liberte-se do lugar comum e se dê a oportunidades de conhecer gente nova mesmo em meio a essa quarentena.

Com certeza, pelo menos boas risadas estarão garantidas.
Link
Michele Rocha

Michele Rocha

Michele Rocha é professora de História, coordenadora pedagógica no ensino público e mestre em Empreendedorismo.

Tags »
Relacionadas »
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.