05/04/2019 às 20h11min - Atualizada em 05/04/2019 às 20h11min

MOSCA NA SOPA - 05/04/19

PARQUINHO
É impossível não deixar de comentar as bobagens cometidas pelo Governo Bolsonaro em menos de cem dias de mandato. Poucas vezes – ou nunca, pra ser mais exato -, se teve conhecimento de um grupo político tão despreparado quanto o do ex-capitão. A sensação que se tem é que estamos sendo conduzidos por um bando de crianças, que não passa um dia sequer sem aprontar alguma peraltice. Em entrevista ao Portal UOL, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disparou: “Bolsonaro não sabe o que fazer com o país porque não foi eleito com base em um projeto. É pior do que eu imaginava.”
 
BARRACO 1
O tempo fechou na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Tudo porque o deputado federal Zeca Dirceu (PT) disse ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que ele “era um “tigrão” na hora de cortar aposentadorias de trabalhadores e uma “tchutchuca” quando se tratava de corte nos privilégios de banqueiros”. O petista acertou em cheio. E cá entre nós, não falou mentira. Só não foi perfeito porque se “esqueceu” de dizer que o seu partido, cujo mentor do chamado campo majoritário é o seu pai, José Dirceu, negociou e muito com banqueiros para poder governar. Henrique Meirelles (MDB), à época tucano, foi guindado à condição de presidente do Banco Central como parte de um acordo com o mercado financeiro.
 
BARRACO 2
Dias atrás, uma “briga” na rede social Facebook chamou a atenção. O radialista Marcelo Fachini fez uma postagem em seu perfil de um buraco numa rua da região de Sapobemba, na cidade de São Paulo, cujo administrador é o ex-vereador Mário Corrochel Neto. Nada demais, não fosse a foto ter sido registrada dois ou três anos atrás. Os simpatizantes de Bonezinho partiram com tudo pra cima de Fachini, que manteve a publicação. Um vídeo foi produzido e compartilhado nas redes sociais desmentindo o post do radialista. Certo mesmo é que a coisa toda virou uma confusão dos diabos. A constatação é a de que a última eleição municipal ainda está bem longe de terminar.
 
DUCHA DE ÁGUA FRIA
A negativa do TJSP ao recurso interposto pelo médico e ex-prefeito Nélson Dimas Brambilla (PSB) contra a sua condenação em primeira instância por improbidade administrativa, movimentou o tabuleiro do cenário político local esta semana. É fato que ainda existe uma “sobrevida” até que haja o trânsito em julgado. Entretanto, alguns especialistas da área ouvidos pela coluna afirmam ser muito difícil a reversão à decisão unânime da Terceira Câmara de Direito Público. Se confirmada a condenação, Brambilla será enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ficará inelegível por oito anos, o que o impediria de disputar as próximas eleições.
 
SUPER AMIGOS
Apesar de negado veementemente por ambos, crescem os rumores de um possível rompimento entre o atual prefeito Júnior Franco (DEM) e o ex, Pedrinho Eliseu (PSDB). Segundo consta, a relação entre os dois estaria estremecida. O democrata teria tomado gosto pela cadeira, e estaria empenhado em fazer uma administração “solo”, sem a interferência do tucano. Aliás, do ninho dos bicudos, é perceptível a afinidade de Franco com o vice, Carleto Denardi, e o recém-nomeado secretário de Educação, Bruno Roza. Segundo consta, os dois exerceriam papéis de conselheiros e teriam a irrestrita confiança do prefeito.
 
RADARES
Para cumprir uma promessa de campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai retirar os radares das estradas federais. Especialistas alertam que depois de dez anos de queda, o número de mortes pode subir. Algo parecido com o que ocorreu em Araras, onde a irresponsabilidade foi sobreposta à segurança e integridade das pessoas. A promessa era de que até julho de 2017 os radares fixos seriam instalados. Nada de concreto aconteceu. Os equipamentos móveis foram retirados e estão parados na secretaria de Segurança. Ainda é tempo de se rever a bobagem que os gestores da época fizeram. Porque permanecer no erro conscientemente pode custar mais caro
 
SOBREVIVÊNCIA
A cláusula de barreira restringiu a atividade parlamentar de alguns partidos nas últimas eleições, em especial os pequenos. Já está em curso a fusão de algumas siglas em nível nacional. O partido Patriota (5 deputados) incorporou o PRP (4), somando 9 deputados. O PCdoB (9) incorporou o PPL (1), somando 10 deputados. E o Podemos (11) incorporou o PHS (6), somando 17 deputados. A REDE ainda conversa com o PPS.  Com as mudanças, alguns  partidos na cidade devem sofrer alterações em seus diretórios nas próximas semanas. Entretanto, o assunto ainda vai render, pois alguns nomes da política local podem trocar de casa por conta de um eventual desconforto gerado pelas mudanças.
 
CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU
O Corpo de Bombeiros vai começar a fiscalizar edifícios residenciais, comércio e escritórios, armazéns e depósitos, estabelecimentos de ensino, hotéis, bares, restaurantes, casas noturnas, clínicas e hospitais, cinemas, teatros e indústrias de Araras. A ação cumpre o Decreto Estadual nº 63.911, de 10 de dezembro de 2018, que entra em vigor no dia 9 de abril, e criou o Regulamento de Segurança Contra Incêndios das edificações e áreas de risco no Estado de São Paulo. Quem não tem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) deve procurar a corporação. E aí, cabe uma pergunta: e as repartições públicas da Prefeitura que não tem sequer extintores de incêndio e saída de emergência?
 
CONFERÊNCIA
Amanhã, sábado (6), vai acontecer a VI Conferência Municipal de Saúde, com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito, Consolidação e Financiamento do SUS”.  De acordo com matéria publicada pela SECOM, foram realizadas pré-conferências em todos os bairros de cada região de Araras. Alguém soube de alguma divulgação oficial sobre elas? O fato é que sai governo e entra governo, o erro de não se esforçar em criar ferramentas e mecanismos para incentivar a participação popular é recorrente.  E não podemos nos esquecer do aparelhamento que todas as administrações empregam nos conselhos municipais.
Link
Mosca na Sopa

Mosca na Sopa

Os bastidores da política de Araras, da região e do Brasil:

Relacionadas »
FALE COM O INDEPENDENTE
Seja Bem-Vindo(a)!
Através deste canal você pode entrar em contato conosco, sugerir pautas, fazer reclamações, falar em nosso departamento comercial ou cadastrar-se para receber as notícias pelo Whatsapp.